Skip to content
Logo Skeepers
Open mobile menu button
Marketing de influência: as 6 melhores práticas para 2022
Crie uma relação de confiança com os seus clientes Influencer Marketing

Marketing de influência: as 6 melhores práticas para 2022

Juanita Solano 10 May 2022

As redes sociais são o meio para o marketing de influência. Para além de oferecerem a possibilidade de interagir com pessoas inspiradoras, permitem aos utilizadores descobrir novas marcas e produtos de uma forma totalmente nova. É aqui que entra o marketing de influência. Esta estratégia, baseada no poder dos influencers conhecidos por serem excelentes líderes de opinião, é ideal para impulsionar as suas vendas e melhorar o conhecimento da sua marca.

A solução de marketing de influência da Skeepers, apresenta-lhe as 6 melhores práticas para otimizar a sua estratégia de marketing de influência.

Criar um programa de embaixadores com influencers

Os consumidores têm cada vez mais exigências e preferem comprar com marcas com as quais têm uma certa proximidade. É aqui que os influencers desempenham um papel fundamental: atuam como um filtro entre os dois. Além disso, 92% dos consumidores confiam no feedback dos influencers (fonte: HubSpot).

O marketing de influência, ou a utilização de embaixadores da marca para comunicar em redes sociais, tem vindo a crescer em 2021 e continuará a tornar-se cada vez mais importante na estratégia da marca em 2022. Influencers, como poderosos líderes de opinião, são um trunfo importante a integrar no seu programa de embaixadores. Para transformar alguns dos seus influencers em embaixadores da sua marca, aqui estão algumas dicas:

  • Encontre os influencers certos, aqueles que partilham os mesmos valores e paixões que a sua marca. Na nossa plataforma, pode ter acesso ao Smart Matching que o ajuda a seleccionar os influencers perfeitos para a sua campanha;
  • Escolha os influencers com os quais está habituado a trabalhar. Poderão comunicar sobre os seus produtos com mais precisão e entusiasmo, sendo leais à sua marca.
Marketing de Influência

Análises aumentadas: vídeo ao serviço da Defesa do Cliente

É um facto, os consumidores são os seus mais poderosos defensores. Uma vez estabelecido um certo vínculo com eles, é necessário convencê-los a deixar as avaliações dos seus produtos, uma vez que influenciam o comportamento do consumidor. De facto, 70% dos compradores online lêem uma a seis revisões de consumidores online antes de tomarem uma decisão de compra (fonte: Statista). As opiniões dos clientes podem ser na forma de opiniões em páginas como Google Reviews, ou sob as suas fichas de produtos, mas não só! Comentários aumentados são comentários que não assumem a forma “clássica” digitada, incluindo os que utilizam o canal de vídeo.

Em 2021, o canal de vídeo era muito popular entre os consumidores. É também um canal a ser privilegiado nas suas colaborações com influencers que apreciam a criação deste tipo de conteúdo e que podem tomar a forma de bobinas, vídeos TikTok ou vidas. Para o ajudar, existem soluções de vídeos de consumo, como Teester, que o acompanham na implementação destes vídeos da UGC, com o objetivo de:

  • Aumentar a sua taxa de conversão;
  • Melhorar o seu SEO;
  • Aumentar a sua reputação online, etc.

Reutilizar conteúdo de influencers e consumidores

Uma vez que tenha conseguido gerar UGC, quer através de conteúdos produzidos por influencers, quer através de revisões pelos consumidores, o passo seguinte é melhorá-los.

Tem várias escolhas:

  • Integrar as fotografias e vídeos de influencers nas suas fichas de produtos para destacar os seus produtos;
  • Criar uma conta nas redes sociais dedicadas à UGC, como a Dior fez com a sua conta DiorBeautyLovers Instagram;
  • Reutilizar os vídeos dos influencers e integrá-los num anúncio, como a marca Garnier fez com a sua nova gama Fructis Hair Food, etc.

É bom salientar que os nano e micro-influencers podem gerar UGC de qualidade, como visto na conta da DiorBeautyLovers Instagram, sem ter milhões de seguidores.

Cuidar dos conteúdos

O cuidar do conteúdo segue o princípio da monitorização digital. O objetivo é ser informado sobre as últimas tendências das redes sociais que são efémeras, desenvolver os seus conhecimentos, mantendo-se regularmente informado, mas também encontrar potenciais influencers com quem colaborar. Para tal, pode criar uma conta, especialmente no TikTok, e seguir a sua marca e pesquisar através de hashtags os conteúdos relacionados com o universo da sua marca. Por exemplo, para fazer a cura de conteúdos de uma marca de beleza, os hashtags certos seriam:

#beauty;

#tutorial;

#makeup…

Organizar eventos offline e online

Eventos online

Quer seja uma marca B2B ou B2C, está preocupado com a implementação de eventos online, um fenómeno acelerado pela crise global da saúde. Nestes eventos online, contamos os desfiles de moda das marcas de luxo transmitidos nas redes sociais de Portugal viu o comércio social ou a venda de produtos através das redes sociais, desenvolver-se consideravelmente. 

Para organizar um evento online com influencers, aqui estão algumas das melhores práticas:

  • Perceber o que as comunidades de influencers gostariam de encontrar neste evento, que tipo de produtos (bestsellers, novos produtos…);
  • Estabelecer uma comunicação com os influencers para que a sua comunidade não queira perder este evento único;
  • Adotar a rede social certa de acordo com o vosso alvo! A escolha é ampla: LinkedIn para uma marca B2B, TikTok para um conteúdo mais informal e um alvo bastante jovem…
  • Revelar uma parte dos bastidores deste evento para que o público queira vê-lo e trazer mais autenticidade a esta operação, etc.

Eventos offline

Ao convidar influencers para eventos nas suas instalações, melhora a sua relação marca-influencer. É o caso da marca alimentar francesa Michel et Augustin, que organizou em Dezembro passado uma aula de mousse de chocolate com os seus produtos para inaugurar a sua nova premissa perto de Paris. Nesta ocasião, cada influencer convidado poderia vir acompanhado por uma pessoa, uma grande ideia para desenvolver o conhecimento da sua marca e humanizar a operação!

Saiba mais sobre os regulamentos

O marketing de influência está a tornar-se cada vez mais importante na estratégia das marcas e nas redes sociais, pelo que são necessários regulamentos de marketing de influência. Dependendo do país em que se pretende operar, os regulamentos serão diferentes. Deve, por isso, certificar-se de se informar sobre isto e não hesitar em incluir certas normas nos seus briefs, tais como:

  • Recordar os influencers de mencionar explicitamente (verbalmente ou por escrito) cada parceria;
  • Lembrar-se de os informar quando esta colaboração for paga.

Por sua vez, as redes sociais estão cada vez mais a enquadrar os influencers, permitindo verdadeiras colaborações, e dentro dos códigos. Por exemplo, a Pinterest lançou o seu “Código Criador” com o objetivo de preservar a positividade presente na plataforma.

Com estas 6 melhores práticas que se referem a análises de influência e de consumo, pode otimizar a sua estratégia de marketing! A Skeepers pode ajudá-lo a preparar as suas campanhas de influência.

Uma vez que tenha conseguido gerar UGC, quer através de conteúdos produzidos por influencers, quer através de revisões pelos consumidores, o passo seguinte é melhorá-los. Tem várias escolhas: – Integrar as belas fotografias e vídeos de influencers nas suas fichas de produtos para destacar os seus produtos; – Criar uma conta nas redes sociais dedicadas à UGC, como a Dior fez com a sua conta DiorBeautyLovers Instagram; – Reutilizar os vídeos dos influencers e integrá-los num anúncio, como a marca Garnier fez com a sua nova gama Fructis Hair Food, etc. É bom salientar que os nano e micro-influencers podem gerar UGC de qualidade, como visto na conta da DiorBeautyLovers Instagram, sem ter milhões de seguidores.
This site is registered on wpml.org as a development site.